Quem brinca com fogo (faz coisas muito sexy)


Dillon Markey é um dos muito talentosos animadores da série stop motion Robot Chicken. Como se isso não fosse suficiente para estar a nadar em geek cred, é agora protagonista de um mini-documentário em que nos mostra como adaptou o mais rombo dos instrumentos e o transformou numa espectacular máquina de fazer coisas espectaculares.

O documentário chama-se Playing with Power, é realizado por Ava Benjamin e está disponível no Vimeo. O objecto em questão é a Power Glove, coisa mais ou menos infame no mundo do retro gaming (ou, para quem é da minha geração, simplesmente gaming). Lançada originalmente em 1989 pela Nintendo, era um periférico de controlo remoto para a NES, que se posicionou como qualquer coisa como uma Manopla Mágica para a Era da Realidade Virtual, imagem veiculada em parte por um filme-anúncio notoriamente mau (as in bad, get it?). Na prática? Um fracasso de críticas e vendas de proporções épicas (a única coisa épica em relação à Power Glove).

Um jovem Horation Caine.

Um jovem Horatio Caine. (Nintendo)

Quando não está ocupado a transmutar o chumbo tecnológico em ouro, Dillon Markey também é responsável por uma série de animações curtas que são do mais catita que há, sob o nom de guerre PES. Como bónus, fica aqui um desses videozinhos maravilhosos:

 

Categories